quarta-feira, julho 16, 2008

a pensar morreu um actor — adenda

Falar sobre música é como dançar sobre arquitectura.
Keith Jarrett


...pois. E então? Não será possível dançar sobre arquitectura?

6 comentários:

Anonyma disse...

Creio que a questão não é a (im)possibilidade dos outros...
;)

Fernando Vasconcelos disse...

Falar sobre música não só é possível como pode também ser música. Veja-se por exemplo Bernstein só para dar um exemplo.

Manel disse...

Jejeje... pois, não deve ser essa a questão, não. ;)

Fernando, que bela imagem. Subscrevo. A minha paixoneta pelo jazz nasceu precisamente num dos Concertos para Jovens.

aroma a amora disse...

Dançar sobre arquitectura?! Falar sobre música?! Claro que sim... sem problema! A afirmação do K. Jarrett é própria de quem vê por frames e não por filmes!

aroma a amora disse...

E acrescento, dançar com arquitectura é bom mas com o arquitecto é melhor ;)

K. disse...

Ou com a arquitecta... ;)