quarta-feira, outubro 17, 2007

quarto com vista para o convés

Porto, 17 Out. 2007

Ao fim de quatro anos de convivência íntima, este hotel ainda me consegue surpreender. Agora, para além do maravilhoso janelão sobre os Clérigos, tenho de brinde três escotilhas sobre a Sé e as gaivotas. Apropriado para a navegação à vista que costumo por cá fazer. Bom dia, Porto, e obrigada por mais uma luminosa e quente recepção. Já tinha saudades.

9 comentários:

aroma a amora disse...

Que vista... meu deus! De perder a cabeça... Sortuda ;)

Afilhado disse...

Também quero!!!
;-)

Beijões

Manel disse...

É só meteres-te no alfa, afilhadito da sua madrinha, és grande mas arranja-se lugar para ti aqui no camarote vip. ;)

aroma a amora disse...

Também caibo?!? Diz que simmm ;P

Anónimo disse...

só para dizer que gostei imenso deste blogue. obrigada também por ter incluído nele o meu poema.

ana luísa amaral

Manel disse...

Cara Ana Luísa, eu é que lhe agrdeço, por tê-lo escrito. Bem-vinda.

Manel disse...

Ó Amorita, pois claro que cabes, há sempre lugar para ti. :) Se for preciso eu vou dormir para valongo e vocês ficam aqui a ver as vistas. :p ;)

K. disse...

Às vezes também tenho saudades, das paisagens familiares e das pessoas que já nao me sao quotidianas.

andré luz disse...

saudades...
beijos,
andré