terça-feira, maio 09, 2006

10 minutos

E eis a razão para hoje comprar alternadamente os Notícias, o Diário e o Jornal. O pasquim fascizóide Público já fez jornalismo, e do bom. Mas isso eram outros tempos, outros senhores, outros directores, outros brios profissionais [também conhecidos por vergonha na cara]. O Público morreu. Deixei de o comprar, para fazer honra à sua memória.

2 comentários:

katraponga disse...

Eu também já não gasto dinheiro com ele há uns tempos, excepto ao Sábado por causa do Mil Folhas.

Por outro lado, vou começar é a gastar tempo a visitar este blog, e a ler o que nele se vai escrevendo porque, isso sim, sei que valerá a pena.

Bem-vinda!

Rodrigues disse...

Já não compro "isso" há muito. Agora ando a experimentar o Courrier às sextas.
A ver no que dá... ;)