quinta-feira, maio 24, 2007

Interrogações em arco-íris

Onde é que já se viu? Gay flamingos pick up chick?!!! Estará o reino animal perdido? Estará louco? Estará geneticamente, socialmente, contranaturamente doente? Será porque os flamingos são cor-de-rosa? E os famosos pinguins do Massachussets, será porque andam de casaca? O Zapatero, será filho de um pinguim? Isso faz do Sócrates filho de quê?















O dia 17 de Maio foi o dia internacionalmente marcado para marcar a luta contra a homofobia. Este post e este cartaz da rede ex-aequo vêm, portanto, com aparente atraso, mas sempre a tempo. A tempo porque, ao contrário destes flamingos, aos casais homossexuais portugueses continua a ser recusado o pleno reconhecimento do estado e a legalização da adopção - porque quem não adopta como casal adopta como pessoa solteira, o que faz com que um dos pais reais seja invisível para o Estado. A tempo porque a Gisberta acabou no fundo de um fosso. A tempo porque ainda é preciso manter o estômago forte para os comentários mais abjectos vindos das bocas mais inesperadas. A tempo porque ninguém me convence de que foi por acaso que um grupo de onze pessoas onde só estavam duas mulheres, um grupo de homens alegremente bebidos e que se beijam e abraçam sem pudores tontos, foi marcado e agredido brutalmente por uma matilha de cães de fila de duas patas à porta de uma casa nocturna.

Vivo imersa na dúvida. Mas não nasci ontem.


Agradecimentos ao nosso Saroco.

3 comentários:

MPR disse...

Só discordo de uma coisa no cartaz. Eu diria Sim à Indiferença. A que a escolha sexual de uma pessoa fosse indiferente para os outros. A que um casal homossexual possa estar junto em público sem niguem a olhar de lado, sem comentários, votado à absoluta indiferença.

Manel disse...

Sim, concordo. Mas se pensares no Estado, o que tem estado a acontecer é precisamente essa indiferença. E não serve.

sara disse...

Também sou pelo sim à indiferença (geral) embora subscreva as palavras manuelinas: Indiferença institucional NÃO!