quarta-feira, maio 23, 2007

Interlúdio

You Date Like a Woman

According to studies on dating, you date like a woman.
You tend to take romance seriously, and you're not really out for a fling.

A mental and emotional connection always comes first for you.
And rushing the physical stuff is likely to turn you off.

You're highly selective when it comes to dating, and some may say you're too picky.
You know what you want, and when you find it, you're ready to commit.
Do You Date Like a Man or a Woman?


Fiquei espantada com o meu resultado, querida Raquel, porque ao ler o teu identifiquei-me plenamente. Depois li a explicação por extenso e percebi: o palavreado acima é todo mentira. Aliás, ultimamente eu mais pareço um radar. Não tenho é pachorra para gente estúpida, por mais bem parecida que seja.

7 comentários:

Raquel Alão disse...

:-D


Como te compreendo...

Eu creio que o que eles se esqueceram de escrever no meu foi o seguinte: You date like a man... But with the (high) standards and pickiness of a woman... Lol!

Laranja disse...

Eheh! Eu é à homem!
:D

João Barbosa disse...

o teste é muito estúpido! mas diverti-me, ée o que importa. :-)

Rodrigues disse...

Eu não "deito"... nem nunca "deitei"... Sou mais de ficar a suspirar por amores impossíveis. Por isso, não vale a pena fazer. Eu até podia fazer, mas as perguntas não me dizem nada.

...


...


...

OK. Fui fazer, pronto. "You date like a woman."

Mas a pergunta sobre se o sexo oposto me intimida... Oh, fachavor! O sexo oposto não me intimida! O meu sexo, sim.
(É por isso que os meus médicos são todos homens.)

Manel disse...

Tu se não existisses tinhas de ser inventada. Mas olha que tens razão... desse ponto de vista, um homem tem de comer muito bife para intimidar. Já com uma mulher, a coisa fia mais fino. ;)

Raquel Alão disse...

Eles bem tentam, levantam um bocadinho mais a voz ou mostram mais agressividade física... Arrufam a penugem.

Nada que um lindo sorriso delico-doce, uma inocência fingida (o que eles gostam disso...) e uma boa manipulação não resolvam. Em casos extremos, um bom spray de mostarda e uns sapatinhos com umas boas biqueiras também ajudam...


O nosso sexo, realmente, é bem mais assustador na sua natureza...

Raquel Alão disse...

Laranja! Vem a meus braços!!!! Lol!