segunda-feira, setembro 22, 2008

duas casas


Foz, Janeiro de 2008
fotografia de Paulo F.


No Porto gosto mais do inverno mesmo inverno, quando a luz se torna ouro naqueles dias em que o chumbo não toma conta de tudo. As verdadeiras metamorfoses dos outonos e das primaveras estão todas aqui, no nosso céu alfacinha.


Luzboa é mais show-off... no Porto é preciso um bocadinho mais de silêncio mental para apreciar. Por isso é que às vezes custa tanto. Falo por mim, claro.

2 comentários:

JoaoLuc disse...

Em modos burgessos, dir-se-ia para não misturar peidos com marmelos. Felizmente eu não seria capaz de o fazer. :)

Manel disse...

É mêmo murcon!...


Man, estou para te dar notícias há meses. :/ perdoa lá, que a minha cabeça é como a minha vida, caótica e feliz. :p

Beijos.