terça-feira, março 10, 2009

mina sobre o douro


passeio alegre, 8 de março de 2009



a cada dia fica a luz diferente. ou os meus olhos. foco desfoco como se as pupilas fossem os manípulos e a própria lente. não olho só para onde me apontam. mas por vezes não creio, custa-me a crer, se é ouro que vejo, se é luz. porque não sei se é ouro que quero. porque este brilho rugoso que se espraia sobre os materiais não tem cotação de mercado. tal é o seu valor.

2 comentários:

K. disse...

É mesmo, cigarrita. Também por isso se chama se calhar Alegre o Passeio onde o brilho se espraia. ¨:)

Manel disse...

:)