terça-feira, junho 20, 2006

Canção da noite

Eu vi um sapo, um grande sapo...

7 comentários:

violeta13 disse...

(não imaginas o tamanho das minhas gargalhadas)

Manel disse...

:) Este é mesmo dedicado a ti, como calculas... ;)

Anarquista Duval disse...

Eu vi um sapo
A encher o papo
Tudo comeu
Nem ofereceu

Rodrigues disse...

Pute, passa pelo meu estaminé. Há mais umas fotografias do Gonçalinho..

"É" as saudades...

Bixu disse...

Se bem me lembro, o Voltaire disse qualquer coisa do género: "Para o sapo o ideal de beleza é a sapa."
Portanto, se o sapo gostar de sapas, assapa-lhe bem para que saibamos o quanto de sapo tem. Contudo, sapiciência não é a ciência dos sapos. Mas, é um sapo "girino", não é? Dalle Maria!
Beijos

Manel disse...

:)... si nueve llantos son todo el pardo misterio que havia que ver. ;) Beijos.

Truta Laranja disse...

:|

grunf.
não percebi nada.