sábado, setembro 25, 2010

porta azul #4

1 comentário:

Anónimo disse...

Nem com a prece ou com a tinta azul largada pelas tuas mãos a escorrer por um peito falso,
te pintam a porta do Sul, daquilo que insistes em transformares no teu ( e apenas teu), sonho.
( a "tal" menina ficará por nascer...)